terça-feira, 25 de outubro de 2011

Gordelicioso

Nesse tempo... Chuva, inspirei. Aspirei, tossi, que poeira do cão!
Meus amigos escrevem, sobre o que? Sinto tanta falta do que vem por aí...Tanto pesar. É, sem dúvidas, o melhor ano da minha vida. Os melhores amigos, os maiores aprendizados. Tantas questões...
O céu está escuro, tenho medo, aflição.
Eu tenho medo de deixar vocês, de me afastar pela distância. De ir embora. Não me deixem ir...mais um ano pra nós. Nós três. Math, como eu teria sobrevivido sem você nesse ano? Sem suas intermináveis discussões sobre como proceder durante a festa. Suas piadinhas. Seus amigos e problemas. Família...
Eu descobri que amo você, descobri que além de saber desenhar, você é o melhor em fazer a gente rir e desencanar a cabeça, em trabalhar em grupo, ajudar, cooperar.
Confesso que ano passado eu nem te dava moral, tentava falar com você, mas você não me dava abertura. Tudo bem, hoje você mudou.
Eu sinto tanta vontade de passar mais daqueles dias cansativos, de trabalho, de desenhos, você me ensinou tanto, me ensina tanto.
A gente tem piada, mas tem tanta história pra contar!Você compartilha os gostos estranhos de música, filme, vídeos engraçados do Japão, me faz refletir várias vezes, me faz acordar.
Eu amo quando você não escuta o que eu digo e eu tenho que repetir milhões de vezes, quando agente brinca de armas de bolha, quando a gente dança na frente da escola, quando a gente ri... tantas lembranças em tão pouco tempo...você me cativou. Infinitamente. Meu melhor amigo. Meu amigo pra sempre. Eu sei que é pra sempre. Companheiro de madrugadas e tardes. Você me irrita, e sabe que me irrita, por isso eu gosto tanto de você, maridão...depois em quatro paredes a gente se acerta -risos- apesar de eu te trair na sua frente com todo mundo. A gente releva. Mas brincadeiras à parte, eu quero muito que você seja feliz, e siga seus sonhos, seja forte no que deseja fazer, e não esquece que eu sempre vou ajudar você no que for, meu amigo Matheusito.

Amo você ♥