sábado, 15 de outubro de 2011

Um texto sem título! E por quê? Oras, nem preciso titubear na resposta, pois é única: Não há descrição possível que alcance uma narrativa referente à você, minha cara-bina! O meu nenê (a legítima- de sangue).
Me cobrou tanto, nem sei porque não havia pensado nisso antes, não é por pouca importância, é só esquecimento corriqueiro, a gente acaba se acomodando. Eu acabei nem te falando parabéns pelo aniversário, só porque meu intuito era escrever um texto gigante aqui só pra você, mas inventou de fazer seu natalício bem na semana mais corrida que havia... Então, atrasada mas não desmerecida, eu lhe ofereço essa postagem que faço de todo o meu... o meu o quê?
É a minha MELHOR amiga, não há pessoa no mundo que me entenda melhor, nem que saiba mais de mim e minhas manias do que a senhorita. As vezes me incomodo por ser tão assim, tão apegada a você, me dói. Tenho outra irmã, mas você...é mais que uma irmã, você é a minha energia que completa. É a minha sentença de vida e morte, é meu dia inteiro, minhas manhãs sombrias e ensolaradas, o meu e o seu diário,  são os meus melhores presentes. É a minha gargalhada, meu sorriso mais sincero e afetuoso. É meu recanto de preciosidade, minha joia rara, minha vaidade e estima. Minhas vontades e anseios. Você é a noite que eu não durmo. É a tarde entediada. É o crochê, o videogame, os desenhos, filmes, seriados, é a pipoca na madrugada, o brigadeiro queimado. O gato lavado com sabão em barra. A bicicleta estragada, o patins concertado. Você é minha alma, minha arte, bailarina e inspiração. É todo o copo que se quebra e fere a mão. A ferida com curativos. Os medos sanguinários, os sustos e os choros resguardados. Os segredos mais profundos.
O que era pra ser de mim, se não houvesse você? Você me resume e me completa. É todos os projetos e planos, os recortes de revista, as coleções inacabadas. O dinheiro. É a Dedinho, o Léo. O nosso ninho!! O The Sims. Apelido. Brigas e discussões (por vezes filosóficas- por vezes ensinamentos). É religião, é indecisão.
Minha ajudante, companheira nos momentos de dor, sofrimento, angústia, ALEGRIAS, LOUCURAS, RISADAS, PIADAS. Você gosta do que eu gosto.
E eu...ah, eu gosto é de você!!
E sabe quando eu não ouço nada do que você me diz, e finjo estar em outro planeta só pra ver sua reação...? Eu estou te ouvindo, vendo seu carinho e paciência comigo (que ninguém mais tem). Eu tenho tanta coisa pra te contar ainda, tanto pra tentar explicar, te pedir perdão pelas vezes em que fui grossa ou te trato mal, tanto pra demonstrar...Mas meu peito está à ponto de explodir de tanto que está sendo difícil escrever esse texto, é demais pro meu CORAÇÃO. Você...Como pode? Você!!








Eu poderia sitar milhões de situações em que só você pôde e pode me salvar. Só você me ouve da maneira que eu desejo. E pode ter certeza, que eu sou sua maior e melhor ouvinte. Eu me espelho em você.
Minha pequena, meu anjo maior (maior que eu, mas é e sempre será meu bebê). Eu me lembro que naquele dia eu segurei sua mão, te levei pro quarto e ensinei você a rezar...(entende do quê eu falo?), lembro quando te ensinei a andar de bicicleta, te ensinei a esperar as coisas acontecerem. Ensinei a você o que eu pude, e continuarei se assim me for possível. A minha admiração por essa garota que é tão linda e meiga quanto qualquer flor que nasça no mais belo jardim transcende qualquer barreira.
Não se trata de uma irmã, é mais. Não há descrição possível. Não consigo me expressar de tanta coisa que vem na minha cabeça agora.
Vamos dançar? Vamos pular e fazer rituais malucos na cozinha? Vamos fazer fusquinha nas costas dos outros? Vamos imitar os velhos dançarinos dos bailes? Vamos fazer caretas imbecis e rir da nossa própria cara sem ter vergonha nenhuma de fazê-lo?
Só a gente entende! Tanta bobagem...e nem me diga que isso é culpa do SUCO que isso aí é cana braba que eu vi!! Minha contra-regra de filmagens, dubladora oficial, atriz, figurinista, estilista, crítica, minha parceira de negócios, minha dádiva do céu. Eu não entendo tanto amor, é tanto...tanto... que ele se esvai pelos meus olhos agora, explode em lembranças incríveis da nossa vida, e lembranças não tão boas.
Eu só espero poder viver mais disso com você... E que nunca se esqueça que em mim você tem o que sempre vai esperar: Compreensão. Não me deixe ir embora. Eu não sei viver sem você.
Não sei como o mundo lá fora é selvagem sem a sua doçura, e seu abraço pegajoso. Suas declarações tão inocentes, suas idas e vindas de humor. Sem minha melhor risada. Eu não consigo mais te pegar no colo, nem te levar a todo canto nas costas, você cresceu já é uma moça, e logo logo irá viver da forma que sempre esperou. Mas só digo uma coisa: Tenha paciência! Tudo o que você vive agora será no futuro sua bagagem mais importante, e meu amor por você é e sempre será uma boa razão pra você continuar a ser quem é! A garota mais inteligente que eu conheço, mais talentosa, mais mal humorada, mais irônica, mais bem humorada, mais linda, a melhor leitora, a melhor costureira, a melhor bailarina. Só o seu nome já me inebria: HELENA.  A garota da minha vida, a minha privada entupida - só pra rimar.
Se eu for parar pra pensar em tudo o que desejo te falar agora eu passaria minha vida toda aqui na frente desse computador digitando...Eu já sei que você já sabe de tudo isso, e que talvez à essas alturas já esteja chorando, não precisa vir com o olhos vermelhos me abraçar depois de ler, eu já sei... Você me ama! Eu espero...
Mais uma vez: AMO VOCÊ.
PARA TODO O SEMPRE, PARA SEMPRE IRMÃS.

De sua Balaustre preferida (ou seja lá qual for o apelido da vez)...♥