domingo, 6 de novembro de 2011

Se escreve pela vontade: de cantar, de chorar, de falar....sim de falar. Escreve-se pela saudade e pelo amor, pela criação da arte, escreve-se por isso mesmo. Por você. Mais por mim do quê por você. Escreve-se pelos outros que não irão ler, e quem sabe, por aqueles que lerão, eu escrevo também.
Escrevi. Escreveria. Se não fossem...
Não falo.