domingo, 29 de janeiro de 2012

"Espero que minha vida nunca seja o bastante, espero amar sempre mais que o esperado, pretendo rir muito mais de mim mesma e aceitar minhas limitações, por que minhas conquistas não são glórias nem tampouco minhas virtudes são meu orgulho. Quero aprender a ser gentil e dominar meu egoísmo, quero que meus defeitos me ajudem a melhorar e minhas qualidades não me entorpeçam e ainda quero poder dormir tranquila todos os dias e pelo menos achar que eu tenho feito a coisa certa. Quero também que a vida não me poupe pra eu nunca me sentir fraca e nem seja rude o bastante pra eu deixar de sorrir. Quero amar e viver um dia de cada vez e que toda emoção que eu sinta seja verdadeira e que eu nunca precise fingir nada pra ninguém, principalmente pra mim mesma."




- Minha mãe.