quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Todos devem ler!


E formar suas próprias opiniões. Acho certo divulgar vários tipos de visão. Já que a minha nem sempre é a correta. Nesse caso acho que ele está equivocado. Enquanto "ser viado" for uma coisa negativa, ainda haverá a chacota e a humilhação. Uma pessoa "ofender" a outra chamando-a de "gay" como se fosse algo negativo, repressor. 
A sociedade não encherga o real valor de uma pessoa, sendo ela hétero, indígena, virgem, hermafrodita, sádica, ou verde. Não interessa a diferença que se apresenta. Se não houvesse cada uma delas isso aqui seria a monotonia total. Uma verdadeira calamidade. 
Mas eu entendi a mensagem que ele passou e o que ele quer que entendamos. Assim como o negro fica horrorizado por ser chamado de "macaco" por um desconhecido e entre seus amigos o emprego dessas palavras é comum. Os gays também se chamam de "viado" entre seus amigos....e só eles podem chamar porque sabemos o sentido da utilização da palavra, não como um palavrão, um xingamento, mas uma forma de brincar.
Eu não nego, tento me calar quando estou sendo preconceituosa. Todos são, não existe ser mais puro do mundo que não tenha um resquício de preconceito, o fato é que alguns admitem outros não. Mas eu me corrijo, me afasto, aprendo com a minha própria língua ferina e defendo com unhas e dentes quem sofrer o abuso. É difícil tentar lutar contra uma herança social tão enraizada, mas sinto que aos poucos a diferenças das pessoas deixará de ser "anormal" pra quem se considera "normal".