domingo, 29 de abril de 2012

Tempo

Algo completamente nocivo aos nossos olhos, tanto quanto a luz do sol. Algo muito relativo aos nossos sentimentos, quem ama sente o tempo muito estranhamente como se um minuto passasse tão devagar mas não fosse o suficiente. Tempo seria como a prova mais cruel de que somos tão pequenos diante da eternidade e que todo o tempo do mundo seria insuficiente pra sermos tão grandes quanto desejamos ser.
Tempo é algo sui generis, não temos noção, sentido, razão nem porquê de querermos saber se há tempo ou não. Tempo poderia ser eterno. Ou não. Às vezes demora pra passar quando realmente precisamos, às vezes é uma eternidade de desespero.
Tempo é o necessário pra aliviar uma dor? Pra aumentar ou renascer uma fé? Pra curar um ferido? Tempo é o necessário para tudo mesmo?...Não, acredito que seja necessário fazer o bom uso do tempo. Fazer escolhas certas, palavras certas, momentos certos. Tempo é só um instrumento de trabalho.
Tempo não é nada. Momentos são tudo!
Em um momento você pode dizer tudo o que sente, mas pode deixar lacunas a serem preenchidas pelas outras pessoas. Em um único momento você pode fazer alguém feliz e mais forte que você. Um momento que parece horrível pode passar mais rápido que qualquer outra coisa. Mas pode também ser insuficiente pra você demonstrar certos sentimentos. Um momento vale ouro.
Pra mim todo tempo do mundo é pouco, mas pra você passar um tempo comigo pode ser muita coisa...