segunda-feira, 16 de julho de 2012

Introdução à leitura

Eu escrevo um blog pelo prazer de escrever, dou minha cara a tapa pra quem quiser ler meus mais íntimos segredos, o meu diário, meu ponto de reflexão. Se eu não escrevo não quer dizer que estou vazia, nem que estou cheia de compromissos ou que me esqueci do blog... Primeiramente não estou aqui para satisfazer meus leitores e sim satisfazer minhas necessidades enquanto pseudo-escritora, adolescente e típica dramática que me faço. Quando me perguntam o porquê de eu não estar atualizando o blog com textos meus, poemas, ou somente músicas e imagens que digam muito de mim naquele momento, eu sinceramente não sei o que responder.
Será bloqueio emocional? Criativo? Será a minha parte não-lírica agindo sobre a completamente teatral? Eu não sei. Só sei que não vejo sentido em manter uma coisa que seja minha alma aberta e esmiuçada pra tanta gente ver, tanta gente me desarmar, me esmiuçar, me desvendar. Sei que não sou nenhum enigma e que desde sempre fui esse livro aberto (quase que literalmente), mas sei que não tão logo me verei livre dessas súbitas vontades de escrever e deixar afirmada a minha opinião, o meu parecer sobre qualquer assunto. Aqui eu tenho a liberdade que não tenho em nenhum outro lugar, nem na "vida real" (eu não sei por quê as pessoas riem quando eu digo isso, eu não considero a internet "vida real", pra mim é "vida virtual").
O que eu quero dizer com esse monte de baboseira, é que eu não mais nada pra falar e pelo visto vou ficar um bom tempo sem escrever alguma coisa. Talvez não.