sábado, 11 de agosto de 2012

Pai



Eu sempre fico muito sensível nessa época... Queria poder aparecer na frente do meu pai de novo, e fazer ele chorar de novo com a minha presença de tão emocionado, e poder dizer novamente que eu o amo e que não sinto nada além dessa saudade de todos os dias. Que está sempre em minhas orações. Ano passado, no dia dos pais eu escrevi um lindo texto agradecendo à minha mãe por ter sido o melhor pai que eu poderia ter tido. Mas dessa vez deixa eu chorar um pouquinho de saudade. Mesmo que eu quase nem lembre de todos os detalhes que eu queria e me dói tanto saber que ele está lá sozinho, sem ninguém que possa lhe dar a mão ou simplesmente dizer que o ama.
Eu não posso deixar as lembranças que tenho dentro de mim desaparecerem, simplesmente irem embora, muitas coisas aconteceram e eu me tornei quem sou hoje graças à minha família, eu não nego meu pai e nem a minha mãe (minha rainha) e sinto vontade de abraçá-lo todos os dias. Dizer à ele que perdoo pela falta e pela distância, perdoo pela saudade e pelos anos perdidos. Mas tá tão longe...
Feliz dia dos pais, aonde quer que você esteja papai, sinto sua falta e sei que você também sente de mim e das meninas. Esteja bem, eu te amo.