sábado, 22 de setembro de 2012

Que deselegante.

Caráter. Isso define muita coisa nas pessoas. Em geral esperamos um mínimo de cada uma delas... As pessoas ao nosso redor. Esperamos que elas nos deem de volta o que lhe demos. Não demos somente atenção, carinho, companheirismo, ou até um ombro amigo, mas jamais inventamos mentiras a respeito delas, nem mesmo espalhamos fofocas. Ridículo.
Estou verdadeiramente indignada com a capacidade das pessoas de serem dissimuladas, traiçoeiras... Como dizem os "macacos velhos" da vida: "na hora que a maré bate na bunda, a gente aprende a ser esperto". Que esperteza estúpida. Que atitudes deselegantes. Fofocas, invenções, mentiras, folclores a meu respeito e ao respeito de quem eu prezo e amo. Inveja explica essa reação, é normal mesmo, vindo de pessoas tão intransigentes, egoístas, ignorantes, baixas. Pessoas que não se dão ao respeito, jamais entenderão o sentido de respeitar o próximo na mesma medida. 
Esse tipo de situação só nos mostra o real caráter das pessoas. Chego a sentir vergonha alheia, repugnância, nojo... Como pode uma pessoa se submeter à humilhação dessa forma? Na cara dura?? A mentira descarada, óbvia. Julgando apenas com os argumentos que inventou de sua mente meticulosa e ardilosa, que trabalha para o mal. Sinto só, pena. E sabe-se que a "pena" é  pior sentimento que se pode sentir de uma pessoa. 
Um pouco de "SEMANCOL" cairia bem. Impressionante que pra sentar no próprio rabo e falar do rabo dos outros é facílimo, mas vendo a vida da pessoa de forma geral.... É tão desprezível, coitada que nem vale essa minha indignação no blog. Não vale nem ser mencionada. Não vale nem o pão (o pouco que tem e ainda faz questão de ser arrogante, esbanjando) que come. Engula e morra engasgada com as suas palavras venenosas, pois o pai da mentira está de olho em você e em suas ações. Pronto pra te agarrar com vontade. Não estou desejando o mal, pelo contrário, estou verificando um fato. É verídico: mentira é o pior pecado que o homem pode cometer. 
Quanto à minha consciência: durmo tranquila pois não aponto meu dedo para ninguém, pois sei que não sou toda essa Coca-Cola pra olhar alguém de cima, mas algumas pessoas precisam ter uma liçãozinha de moral, bons modos, valores, humildade. Quanto à mim, tenho certeza do que sou, de quem eu sou, da onde vim, pra onde irei, e a quem devo explicações. No mais, inveja aqui não para, bate e volta. Sua vida deve ir de mal a pior pra você querer que a dos outros seja abalada assim.
Recebi um texto lindo de uma amiga dias atrás, que disse muito sobre mim: 
"Isso sem mencionar os problemas de aceitação que eu tive, aprendi a ser forte o suficiente para andar de cabeça erguida no meio de uma multidão que me julgava escancaradamente, sem se preocupar se eu havia escolhido ser como eu era ou estar na situação em que estava, talvez eu estivesse ali apenas por um desejo inocente e comum à todos nós: o de ser feliz, porém a maioria não entendia isso e me humilhava, eu sentia em mim cada olhar diferente, cada ato de repugnância à quem eu era, e até eu entender que essas pessoas não tinham evoluído a metade do que eu evolui, pois não tinham nem um terço da coragem que eu tinha ao enfrentar todas elas de cabeça erguida, eu sofri muito, mas em compensação quando eu entendi, eu cresci TANTO [...]"
Em resumo é exatamente isso... Não compensa levar discussões a diante com pessoas que não possuem nem a metade da evolução que temos (tanto espiritual, quanto mental).