domingo, 7 de outubro de 2012

Mim quer banana


Branca demais, estranha demais, cara de pau demais, às vezes feia demais, às vezes bonita. De bunda de fora, de sorriso de lado e sobrancelha torta vou contar histórias, vou inventar maluquices, fazer coisas doidas. Você vai me amar e dormir nos meus braços. Eu vou cantar pra você e ser o seu maior e melhor sonho. Ser inspirações e cantos atravessados. Serei mais do que você pode imaginar, mais do que você pode esperar, mais do que você queria, menos do que eu seria se fosse em outros tempos. Outros textos. Outras palavras. Quero ser presente, quero ser anjo, quero ser vida e pura arte. Só não espere tanto de mim, nem espere pouco de mim.