segunda-feira, 30 de abril de 2012


Como me sinto:


Quando estou com ciúmes...

E faz mesmo,


Principalmente quando se é eu. Eu sou impulsiva, muito sincera, o que me deixa em apuros muitas vezes. Não sei se isso pode ser considerado um defeito ou qualidade, mas eu sou assim. Muitas vezes deixo meu próprio ego de lado pra agradar alguém, porque o amor....o amor vale a pena.  


Promete agora!


Ser mais forte que uma mãe que acima de qualquer coisa aceita e protege seus filhos. Mais corajosa que mil soldados que vão para a guerra deixando suas vidas, suas histórias, suas famílias. Tem que me prometer nunca parar de sorrir, nem nos momentos mais difíceis e aparentemente impossíveis. Tem que prometer manter a calma como um monge budista meditando em cima de uma montanha no Himalaia. Tem que prometer ser mais paciente que Jacó, que esperou 14 anos por Raquel, pois a amava. Tem que me prometer ser mais sábia que um provérbio chinês. Tem que prometer ser mais cuidadosa que um cientista que cuida de experiências nucleares. Mais valente que uma leoa que é a matriarca do bando. E, acima de tudo isso, me prometer que vai cumprir tudo isso.
É pra ouvir essa música.

E por falar do tempo, por que não?

De repente me vem uma súbita vontade de tatuar meu corpo todo, de repente essa vontade some.
De repente sinto vontade de bater em algumas pessoas, de repente me dá vontade de perdoar simplesmente.
De repente faço algo errado, subitamente me arrependo.
De repente deixo de dizer algo, subitamente me atrapalho.
De repente me vem uma vontade louca de escrever, de repente me somem as palavras.
De repente me vem a vontade de crescer e ser independente, de repente essa vontade passa e subitamente me lembro de quando era criança na casa da vó.
De repente sinto medo, subitamente choro, repentinamente me desfaço e volto a ser forte.
De repente me sinto bonita, repentinamente me sinto um monstro.
De repente sinto vontade de abraçar, subitamente te abraço.
De repente sinto vontade de dizer que te amo, repentinamente digo.
De repente é parte de um conjunto de coisas que eu faria, faço e deixo de lado.
De repente faz parte das histórias que conto, que contraio e contrario.
De repente não era mais eu ali e ali não mais quis estar.
De repente era só eu e você e o tempo. Quanto tempo!
De repente era só eu e minhas unhas roídas.
De repente fiz esse poema e subitamente publiquei.
De repente você lê, subitamente pensa se é realmente pra você e repentinamente por impulso comenta.
De repente, quem sabe eu não te responda?
De repente a gente se encontre de forma diferente.
De repente dá tudo certo e você me enxerga com outros olhos novamente.
De repente eu paro de falar bobagens e não choro mais por pouca coisa.
Agora sou menina moça, sou quase mulher, quero mais do que simples "de repentes" na minha vida.
Quero mais do que eu peço sempre, que inteiramente esses momentos.

domingo, 29 de abril de 2012

Tempo

Algo completamente nocivo aos nossos olhos, tanto quanto a luz do sol. Algo muito relativo aos nossos sentimentos, quem ama sente o tempo muito estranhamente como se um minuto passasse tão devagar mas não fosse o suficiente. Tempo seria como a prova mais cruel de que somos tão pequenos diante da eternidade e que todo o tempo do mundo seria insuficiente pra sermos tão grandes quanto desejamos ser.
Tempo é algo sui generis, não temos noção, sentido, razão nem porquê de querermos saber se há tempo ou não. Tempo poderia ser eterno. Ou não. Às vezes demora pra passar quando realmente precisamos, às vezes é uma eternidade de desespero.
Tempo é o necessário pra aliviar uma dor? Pra aumentar ou renascer uma fé? Pra curar um ferido? Tempo é o necessário para tudo mesmo?...Não, acredito que seja necessário fazer o bom uso do tempo. Fazer escolhas certas, palavras certas, momentos certos. Tempo é só um instrumento de trabalho.
Tempo não é nada. Momentos são tudo!
Em um momento você pode dizer tudo o que sente, mas pode deixar lacunas a serem preenchidas pelas outras pessoas. Em um único momento você pode fazer alguém feliz e mais forte que você. Um momento que parece horrível pode passar mais rápido que qualquer outra coisa. Mas pode também ser insuficiente pra você demonstrar certos sentimentos. Um momento vale ouro.
Pra mim todo tempo do mundo é pouco, mas pra você passar um tempo comigo pode ser muita coisa...

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón


Em 1913, Coyoacán (México), com 6 anos. Nessa idade, Frida contrai poliomielite, a primeira de uma série de doenças, acidentes e operações que sofreu ao longo de sua trajetória.


Em 1919, com 12 anos. Com o apelido de "Frida pata de palo" (Frida perna de pau), logo começou a usar calças e depois longas e exóticas saias que tornaram-se uma de suas marcas pessoais mais influentes.


Em 1926, 1 ano após o acidente (o bonde em que estava chocou-se com um trem, o pára-choque de um dos veículos perfurou-lhe as costas, atravessou sua pélvis e saiu pela vagina, o que causou uma gravíssima hemorragia).


Diego Rivera e sua filha Guadalupe Rivera Marín que também era pintor mexicano de grande importância. em 1927, o homem que amou Frida e com quem se casou aos 22 anos, em 1929. Kahlo era bissexual e manteve um caso com (incrivelmente) Leon Trotski. Ambos tinham temperamentos fortes e mantinham relações extra-conjugais, mas Diego não aceitava os casos com outros homens, apenas com mulheres.


Em 1932, nesse período ela passava a maior parte do tempo em Nova Iorque com Diego Rivera. Época de grande êxito artístico e ótima época de criações e exposições de Frida.


Aqui, em 1951, fazendo uma pintura de seu pai, Guillermo Kahlo, que tinha descendência luterana alemã e não judaico-húngaro, como afirmava Frida. Ela tinha 4 irmas e 2 meio-irmãs por parte de pai, cresceu em meio à mulheres com isso passava muito tempo com seu pai.


Tela de 1954. Um ano antes tinha sido organizada uma exposição em sua homenagem na Galeria de Arte contemporânea. Nesse período sua obra já havia sido qualificada como Surrealista pelo escritor André Breton (o "papa surrealista").



Nessa foto, em 1954, meses antes de sua morte, Frida havia contraído uma forte pneumonia e não suportou. Linda? Depende dos olhos do observador, mas uma artista renovadora de olhar único e traços mexicanos fortíssimos. Uma mulher inspiradora e forte. De tamanha elegância e também de opinião. Pra mim ela é maravilhosa.

Por que eu não te amo?

Porque você me tira do sério.
Porque você me faz mal.
Porque eu só quero estar com você o tempo inteiro, 
o tempo todo, todos os dias,
em qualquer momento.
Porque eu só sei pensar em você, 
em mais ninguém.
Porque você me faz bem.
Porque você me faz entrar em outro mundo.
Não te amo...
Não quero te amar
Mas te amo.

ACEO - Math que ensinou





















Não resisti e tive que publicar... tá aê Math.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Is a Fox, not is a Firefox




Pesadelo de menina


Amei essa música, mas ela não tem nada a ver com o que eu vou falar agora. Eu só estou com preguiça de fazer duas postagens.
Sabe, ter sonhos ruins às vezes pode simbolizar algo bom. Algo que eu realmente queira que aconteça. Sonhos ruins também podem ser o meu próprio subconsciente me avisando de algo que eu queira mudar, algo que eu deveria fazer por mim mesma. Mas sonhos ruins assustam. Me deixam fora da minha paz, do meu ânimo. Eu desenho pra tentar esquecer, mas o que eu esqueço é de dormir novamente. Será que o futuro que me espera é tão cheio de luz e felicidade, quanto os meus pesadelos são de macabra escuridão e tristeza?
Deito, faço uma oração, penso no que eu poderia fazer, penso nas pessoas que eu penso todos os dias (geralmente são só 3), penso que eu estou deixando pra trás muita coisa e deixando de dizer outras. Mas o que me assusta mais não são as tormentas ou a infelicidade do dia-a-dia. O que mais me assusta é viver presa. Seja na minha própria mente, seja na minha casa, seja em uma cama. Presa das minhas opiniões, das minhas VONTADES, presa na minha inocência, presa na vida de outra pessoa. Presa à alguma pessoa.
Odeio correntes. Odeio gente que me sufoca os ânimos e me priva a felicidade.
Odeio ter que sentir o próprio ódio, e a sensação de estar sendo injusta.
Quero tanto que meus sonhos me deixem em paz, minha mente me acalme. Mas parece que a cada vez em que me concentro pra dormir, que vou entrar em um tubo de sofrimento e agonia. Eu reino por um sono tranquilo e agradeço por acordar a salvo. É estranho porque ultimamente tem sido muito mais incidente a ocorrência de pesadelos nas minhas noites. Se passo um dia sem acordar assustada, já estranho... Eu quero dormir. Vou fazer isso agora. Boa noite. Amo você que está conseguindo ler esse texto até o final sem dormir.

domingo, 22 de abril de 2012

Ah, droga!!!

Passei muito tempo fazendo (e estragando) essa porcaria pra não postar. Nervosa, muito nervosa.




Andrea Dória é meu, Titanic é seu

Às vezes parecia
Que de tanto acreditar
Em tudo que achávamos
Tão certo...
Teríamos o mundo inteiro
E até um pouco mais
Faríamos floresta do deserto
E diamantes de pedaços
De vidro...
Mas percebo agora
Que o teu sorriso
Vem diferente
Quase parecendo te ferir...
Não queria te ver assim
Quero a tua força
Como era antes
O que tens é só teu
E de nada vale fugir
E não sentir mais nada...
Às vezes parecia
Que era só improvisar
E o mundo então seria
Um livro aberto...
Até chegar o dia
Em que tentamos ter demais
Vendendo fácil
O que não tinha preço...
Eu sei é tudo sem sentido
Quero ter alguém
Com quem conversar
Alguém que depois
Não use o que eu disse
Contra mim...
Nada mais vai me ferir
É que eu já me acostumei
Com a estrada errada
Que eu segui
E com a minha própria lei...
Tenho o que ficou
E tenho sorte até demais
Como sei que tens também...

(Andrea Doria, Renato Russo)

Esse é o verdadeiro, Andrea Doria 
Além de ser uma música que é um símbolo de várias das minhas fases, Andrea Doria é algo muito singular.
Foi um navio transatlântico italiano (mas possuía bandeira sueco-americana), de 1951 (posterior ao Titanic), que em 1956 colidiu com o MS Stockholm e naufragou.
Foi batizado por esse nome por causa do Almirante genovês Andrea Doria (obviamente) da época das grandes navegações italianas pelo Mar Mediterrâneo (sabemos que os genoveses eram peritos em navegação, tanto é que fizeram o favor de ensinar o que sabiam aos portugueses que utilizaram a sapiência para chegar até aqui na América, apesar de Cristóvão Colombo ser genovês, ele estava a serviço da Espanha - vai entender).
Pois então, esse navio que foi considerado um dos mais seguros já construídos e afundou nos derredores da ilha americana de Nantucket (essa ilha, por coincidência ou não, é o cenário do último livro do Sidney Sheldon que eu li -"Depois da Escuridão").
Não é engraçado? O Titanic tem uma história similar. Só que, como todos sabem, já fazem 100 anos desde sua tragédia que foi noticiada em filmes, TV etc.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Roubado, editado, postado. Vou apanhar, mas tudo bem...

"Algumas pessoas vêm pra sua vida pra ficar. Outras vêm, mas é só de passagem, e eu ainda não entendi o porquê de nos apegamos tão rápido e com tanta intensidade. Geralmente começa do nada, e quando percebemos, já não tem mais como viver sem uma amizade assim. Essa pessoa chega no momento em que você está mais precisando, em que você está mais carente, vulnerável, triste ou passando por uma decepção. Ela chega e muda sua vida, te faz feliz, faz você se sentir especial, única e amada. Ela pega suas coisas, e deixa coisas dela em você. Há também brincadeiras, intimidades e coisas que só vocês entendem. Essa pessoa irá te mimar te encher de carinhos, te chamar de Gê (G-léia, G-latina, G-mada...), baby, petit abeille, magrela, “fidida”, cabeçuda, “fracote”, pudim de padaria, BFF (bife, feijão e farofa), pirilampa. Irá inventar apelidos fofos e outros nem tão fofos assim.


Ela sentirá ciúmes de você, e você sentirá ciúmes dela. Você então é capaz de mover o mundo só pra ver no rosto dela um sorriso, sabe aquele sorriso que só você pode tirar dela? Tem também aquelas coisas que você faz só pra chamar a atenção dela como: escutar as músicas da banda ou cantor (a) favorito (a) dela e cantar tudo errado, só pra ver ela com aquela cara “¬¬” e falando que você não sabe cantar aquela música, piorou quando é em inglês, mas mal sabe ela que eu só faço isso pra conhecê-la mais ainda. Sem falar nas palhaçadas que você é capaz de fazer só pra ver ela se sentindo melhor, depois de ter se magoado com outras coisas ou pessoas. E o mais impressionante é o que ela é capaz de fazer por você ou pra você!
Você também a mima e faz carinho, coloca pra dormir, abraça quando ela está chorando (mesmo não sendo muito boa com isso), faz massagem, puxa o cabelo, morde, molha, rabisca, suja, derruba, afoga e fala "EU TE AMO" em varias línguas, só pra deixar claro que por onde quer que você vá, sempre a levará em pensamento. Ela irá dormir na sua casa e você irá dormir na casa dela, sua mãe se tornará uma tia pra ela, e a mãe dela sua tia. Você irá conhecer a família dela e ela conhecerá a sua. E aos poucos vocês vão se conhecendo e se tornando tão amigas, que podem até se chamar de irmãs. Com o tempo, vem a confiança e com a confiança virão os segredos, e vocês irão contar seus medos e suas fraquezas. Ela te contará tudo o que gosta, e com o tempo você irá conhecer cada mania e vontades dela. Coisas que só observando e conhecendo aos poucos pra saber (claro às vezes você deixa passar algumas coisas, mas é só perguntar). A sua dor se tornará a dor dela, e as suas lágrimas se tornarão as lágrimas dela. Você vai brigar e chamar de tudo quanto há, mas ninguém mais vai poder fazer isso, por que você não vai deixar.
Pessoas vão querer te afastar dela, mas você não vai. Ninguém inveja o feio e ninguém odeia o fraco, por isso muitas pessoas não vão gostar de ver vocês juntas, por que isso vai incomodar eles, é... A felicidade alheia costuma fazer isso mesmo nas pessoas fracas. Quando ninguém mais estiver ao teu lado, adivinhem quem vai estar lá pra te dar uma força? Quem vai tirar foto com você no espelho do... (abafa o caso o.O)? Sim, ela mesma! Quem vai encher teu caderno de rabiscos? Quem vai usar máscaras com você só pra tirar foto? Quem vai tocar violão com você no casamento da sua mãe? õõ Quem vai fazer um vídeo com você sobre o trânsito de Goiânia? Quem vai rir do teu penteado e dizer que você esta parecendo um leãozinho? Com quem você vai tirar foto de boca aberta? Pra quem você vai dar um livro em quadrinhos de aniversário? Quem vai cuidar de você? Quem vai te morder? Quem vai elogiar suas iguarias na cozinha? E de quem você vai cuidar? Pra quem vai fazer surpresas? Quem vai te contar coisas sobre a infância? Quem vai acabar de cantar suas musicas loucas? Ela, a sua amiga, irmã e companheira de todas as horas. Que sabe te acalmar e te fazer feliz como nenhuma outra.


Aí, vai chegar o dia que você não vai conseguir achar palavras no mundo todo que consiga agradecer e dizer o quanto você é grata. Ela que te salvou que te trouxe de volta a realidade a vida (ou te fez voltar ao mundo da imaginação), que te ensinou que tudo passa que nada é por acaso que simplesmente as coisas tinham que acontecer. Que há outras pessoas que você pode confiar além da sua mãe (da sua família). Obrigada é muito pouco e eu te amo parece ser muito simples...
*Obs.: Com isso tudo acontecendo, eu nem tirei um minuto dos meus dias pra te agradecer por tudo o que você tá fazendo por mim, que bom não define tudo, acho que talvez “SUMPIMPA” hsuahsau... Obrigada pela força, por estar comigo desde o começo e tenho certeza que até o final disso tudo. Que isso só vai acrescentar na NOSSA história. Eu realmente mudei e estou mudando a cada dia com toda essa experiência. Eu sei pra quem ligar ou pra quem pedir socorro. O SAMU é claro --' =x Nãooo né >,< VOCÊ, porque tem horas que eu não preciso de um médico e sim de um amigo de um abraço. Eu não peço, eu vou lá eu pego e roubo o seu abraço porque você sempre vai estar aí, se não estiver aí é porque você tá aqui COMIGO. Cuidando e protegendo, querendo arrancar isso tudo com suas mãozinhas."

Provando que vim da Lua

Eu sempre desenhei, toda a minha vida estive rodeada por papéis e lápis. Ontem minha mãe estava fazendo questionamentos profundos sobre meus desenhos, porque eu tava revoltada com a minha técnica e meu traço. Então eu passei a me questionar sobre esse meu objetivo e vocação de ser arquiteta.
Hoje me lembro. Nem sempre foi assim, apesar de ser uma criança que sempre desenhou e escreveu, leu, brincou, eu gostava de fazer experiências. Sonhava em ser inventora e fazer algo realmente útil para a vida cotidiana.
Mas essa fase de recortar garrafas pet, colecionar parafusos e trocar as rodinhas do skate logo passaram. Então eu comecei a me perguntar sobre mim mesma. Me questionar sobre a vida e me tornei uma pequena filósofa. Quando mamãe não estava em casa, eu aproveitava a chance e subia na mureta do quintal para observar o céu, esperando sempre ver alguma coisa interessante (de OVNIs à estrelas cadentes). Não me interessava o frio que estivesse fazendo, eu adorava olhar pro céu...meu sonho era ter um telescópio legal pra olhar mais de perto. Nessa fase meu desejo era ser astrônoma ou astronauta, mas eu só falava que queria ser astrônoma pra não me acharem tão retardada ("só gente besta quer ser astronauta em sã consciência").
Mas aí descobri que estava muito longe de mim esse sonho. Passei a gostar de aviões, porque também chagam até o céu, então eu queria ser aviadora ou engenheira mecânica da aeronáutica (como um tio meu, que era aviador ou coisa do tipo)... Essa foi a fase que mais durou.
Depois disso passei a me interessar mais por desenhos, muita gente me apoiando a desenhar, então eu queria ser cartunista da Turma da Mônica (na verdade esse sonho perdura até hoje '-'), pulei pra algo mais real, pesquisei alguma coisa que tivesse mais a ver comigo e com tudo o que eu gostava.
Então descobri a magia da Arquitetura, meu mundo se abriu pra uma clareira de ideias. Apesar de eu desde sempre pegar os folhetos de lojas de móveis e ir montando minha casa com os produtos, eu nunca tinha reparado que realmente gostava daquilo, pois junta as minhas reflexões sociais, históricas, meu desejo de ser inventora, lunática, artista, cientista e, além de tudo, realizadora de sonhos.
Eu já quis ser maestra e violonista, mas essa é uma outra história. A gente pula essa parte né?



sábado, 21 de abril de 2012


"Que rouba os meus sentidos, viola os meus ouvidos
Com tantos segredos lindos e inocentes 
Depois brinca comigo, ri do meu umbigo
E me crava os dentes"

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Quando alguém...

.
.
.

Confessa que me ama...

.
.
.


.
.
.

Como é minha primeira reação:

.
.
.


.
.
.

O que eu realmente penso dela:

.
.
.


.
.
.

O que ela pensa que eu faria por ela:

.
.
.


.
.
.

Como ela pensa que eu sou:

.
.
.


.
.
.

Eu tento ser simpática e mostrar,
como eu realmente sou:

.
.
.


.
.
.

Mas o que eu realmente estou pensando: 

.
.
.


.
.
.

Eu tento dar uma chance, mas...

.
.
.


.
.
.

Vejo que não vai dar certo.
Decido dar o fora de vez...

.
.
.


.
.
.

O que acontece:

.
.
.


.
.
.

Como eu penso que a pessoa está:

.
.
.


.
.
.

Como ela realmente está, planejando uma vingança:

.
.
.


.
.
.

Quando nos encontramos na rua, como ela me vê:
.
.
.


.
.
.

Mas como eu realmente estou:

.
.
.


.
.
.

Fim!









quarta-feira, 18 de abril de 2012

1 lindo presente!



Ele pode ser um gordo muito levado da breca, mas que é um desenhista primoroso, um artista de olho clínico e um baita de um talentoso, isso ele é! Você tem que investir mais no seu trabalho Math, porque não conheço ninguém com uma mão tão boa quanto você!! Parabéns pela sua linda arte e obrigada pelo presente!

Que vida estranha

É esse, afinal de contas, o mundo real? Onde as pessoas que mais amamos ficam tristes, ficam doentes, choram sem a gente poder falar nada pra consolar? Seria estranho se o mundo fosse um lugar divertido o tempo todo.
Um lugar onde tristezas não existiriam, desigualdades, maldades, pobreza, corações partidos.... nada disso teria vez nesse mundo. Mas qual seria o plano de Deus pra nós, quanto ao fato de termos que aprender com nossos erros, aprender com as pessoas ao nosso redor, aprender com o sofrimento?...não seria evolução? Deus quer que nós estejamos sempre em constante evolução. Nos tornemos seres mais caridosos, mais amáveis, condescendentes.
Problemas sempre haverão. Mas tantas pessoas assim como eu, Math, minha mãe, Lena, nossa vovó, Tia Dora, João, que estão sempre aqui, do seu lado Geany, pessoas que só querem ver seu bem, só querem ver sua saúde intocável, ver o seu sorriso mais lindo e encantador, ver que você está bem e está feliz, essas pessoas sim, Deus colocou elas no seu caminho pra fazerem você evoluir.
É uma grande provação essa que você está passando? Sim, dadas as circunstâncias, talvez seja a maior de todas. Mas estamos aqui de prontidão pra ser o seu ponto de força se preciso.
Eu tenho ouvido de algumas pessoas (gordas pessoas aliás), que me entrego muito às outras pessoas, que absorvo seus problemas pra mim e assim me faço mal. Não é verdade. Deus não me deixa fraquejar assim, se eu me ponho diante de você pra te ouvir, pra tirar sua tensão é porque eu aguento qualquer coisa que você me entregar. Seja choro, seja risada, seja tristeza, ou até mesmo notícias ruins. Eu tenho que fazer isso. Não pode ficar tudo nas costas da sua mãe.
Ela sofre tanto todos os dias com isso, é porque está ao seu lado sempre, sempre e sempre que você precisa. Se eu fico abalada, imagina ela??? Que é a sua mãe, a mulher responsável por te dar a vida!! Não está sendo nada fácil pra ninguém, ninguém disse que seria fácil. Mas se você tem tanto amor ao seu redor, e dizem que amor é a chave de todos os problemas, então fica tranquila Ge, você vai passar por isso mais fácil do que imagina, mais fácil que uma carreira no nível expert do Guittar Hero.
Tirei todo o romantismo do texto. Mas o que eu queria falar e não dou conta de dizer ao vivo (porque esqueço tudo o que planejei dizer), eu já disse.
Eu estou aqui pra vocês. Podem ligar pra mim se precisar de um abraço (mãe e filha).
Porque eu amo vocês.

Mamãe,

Como em todos os anos fazemos uma para a outra, no dia do nosso aniversário é dia de fazer um texto, poema, poesia bem bonito né? E eu amo isso, porque é muito fácil escrever para e sobre a senhora.
É fácil falar que você é uma linda mulher, que conquista o mundo com o seu sorriso camaleão, hora brava, hora sedutora, hora simplesmente mãe. É fácil dizer que os seus olhos expressam tão bem a profundidade da sua alma, quando está triste, ansiosa, com medo (muito raro), nervosa (sai de baixo), apaixonada... ou incrivelmente feliz.
Ual, que sorriso molher, case-se cmg hoj memo s2
É fácil dizer que mesmo não sabendo o que fazer, sem saídas, sem esperanças, você sempre encontra caminhos corretos pra dar o seu jeito na situação, lembrar que nunca é tarde pra realizar antigos sonhos e mesmo que não seja tão simples chegar aonde se deseja, sempre haverão 3 moças aqui em prontidão pra te dar as duas mãos. Seja só pra ensinar a mexer no Word, ou pra não clicar em nenhum site que prometa prêmios legais (abafa)...
Bom mãe, não poderia deixar de dizer que mesmo que algum dia eu tenha que me afastar, pra realizar os meus sonhos, eu vou estar com você em espírito, coração e pensamentos. Assim como a senhora em mim. Porque laços maternos como os que existem em nossa família, não se encontra em qualquer canto. Somos 4 mulheres que juntas formam uma só. E todas moldadas segundo o que a senhora acredita, sua moralidade, sua cabeça... somos produto do que a senhora criou um dia. Todos os dias. E podemos ver que esses produtos vieram com um pouco de defeito de fabricação... okay :(... mas deu certo!
Sou grata por pertencer a essa família, por ter chance de dizer todos os dias que te amo, que quero tanto a sua felicidade como a de qualquer outra pessoa no mundo, pois você merece mulher. Já sabemos sua história, conhecemos seu presente, mas o futuro, esse que você está construindo com tanta força de vontade, será o melhor quando atingir!
A ideia não é atingir a felicidade, mas saber ser feliz todos os dias. E sou feliz todos os dias com as suas duras, seus ensinamentos, seus ataques, seus carinhos, seu cheirinho de mãe, seu abraço que me faz sair da realidade, suas brincadeiras, sua voz grave, sua beleza, sua energia tão linda, sua força.
Mãe, feliz aniversário. Que seja um 43 de muita felicidade e realização, que tenha muita coisa pra se lembrar e motivos pra se orgulhar.
Eu amo você.

Esse eu fiz pra senhora ç.ç


terça-feira, 17 de abril de 2012

Bota o Play e acompanha a letra...

.
.
.
Coloca um zoom também e espera o refrão!
.
.
.



Como estou agora:


Bigoduda e dentuça. Freddie, você é meu irmão gêmeo?

"Eu gosto de gente que facilita as coisas. De gente que aponta caminhos ao invés de propor emboscadas. Eu sou feliz ao lado de pessoas que vivem sem códigos, que estão disponíveis sem exigir que você decifre nada. O que me faz feliz é leve e, mesmo que o tempo leve,  continua dentro de mim. Eu quero andar de mãos dadas com quem sabe que entrelaçar os dedos é mais do que um simples ato que mantém as mãos unidas. É uma forma de trocar energia, de dizer: você não se enganou, eu estou aqui. Por mais que os obstáculos nos desafiem o que realmente permanece, costuma vir  de quem não tem medo de ficar"



Eu que fiz essa linda montagem ;*


Violência? Não, é só a nossa opinião!

Todos os dias vemos debates intermináveis sobre conduta na internet. Todos querem mostrar-se empenhados em colocar em prática aquilo que aprenderam no berço, e também aquilo que acreditam. Músicas, fones de ouvido em ônibus, religiões, programas de TV, sexualidade, 'Orkut' etc... São os principais debates e confrontos da rede hoje em dia. Mas será que são fundamentadas em algo claramente positivo? Será que vale mesmo a pena tentar impor nossa ideologia à quem é ignorante perante dela? Eu acho que sim, senão não estaria aqui tentando te explicar alguma coisa.
Todos perdem tanto tempo com suas explicações de como proceder em dadas ocasiões, há os defensores da paz, há os defensores do Rock, outros do Funk, de Deus, do ateísmo e assim vai. Só que com a diferença bem posta, nenhum deles respeita a opinião do outro. Pra começar ficam se atacando, utilizando de argumentos falidos, ridículos, sem embasamento científico, social nenhum. São valores reais, encorajados por coisas fictícias....ou seria o contrário? Leia novamente, claro que você conhece aquela 'maravilhosa' página do Facebook "Montagens Mil Grau", que é recordista em compartilhamentos, curtidas e, claro, discussões. Mas é de se esperar, os caras não medem esforços em zoar qualquer pessoa, sem nenhuma vontade de ser justo, ou nem mesmo se preocupando se a brincadeira é pesada ou não. Uma postagem cretina atrás da outra.
Defendem piamente que a tal da liberdade de expressão é direito de todos, talvez seja a maior piada irônica do mundo essa! Há aquela tênue diferença entre liberdade de expressão e violência verbal, que essas pessoas ainda não conhecem. Além de não conhecerem os limites do ridículo e do respeito ao próximo...esse fato é zero em dadas circunstâncias! Esse tipo de postagem gera uma revolta geral em quem entende que esse tipo de coisa não tem graça nenhuma, geram cada vez mais o preconceito massificador, machismo, além de intolerância religiosa. Brincando com imagens de Jesus (não estou defendendo a visão católica, pois sou agnóstica, não pertenço à religião, pertenço à Deus, estou defendendo a visão de quem acredita que seja real e tem o direito de professar sua fé como todas as pessoas). Indiferente às questões sociais que são problemáticas longe de serem resolvidas se dependermos de jovens assim, como esses que produzem esse tipo de conteúdo e os que compartilham, o mundo sofrerá ainda mais com a castração das diferenças e a nossa cultura de vez desaparecerá.

Sem descrições possíveis, só um "¬¬" pra quem consegue rir disso.





















São conhecidas também as páginas de compartilhamentos no Facebook, que defendem os lados musicais do Rock e do Funk. As tais "Unidos contra o Funk" e "Unidos contra o Rock", esse tipo de nome nos leva a ver o tamanho e dimensão da intelectualidade dessas pessoas que gastam tempo e energia para entrar nesse tipo de rede, pode-se até ter uma ideia do conteúdo desse negócio. É uma piada. As pessoas pensando que sua cultura é superior, tentando defender seu lado e sua forma de manifestar seus gostos.
"O Funk é isso, isso e isso"  (Mc Catra), "O Rock é assim, assim, assado" (Corey Taylor).
Eles não sabem, mas enquanto gastam seus tempos com esse tipo de assunto, seus "artistas" gastam seu dinheiro. Simples troca, não estão nem um pouco interessados se você os defende com unhas e dentes ou não.
Cultura Funk é Brasileira, é raiz, não tem as melhores letras (e como anda o processo de evolução, vai de mal a pior, cada vez mais fútil, vulgar e pornográfico- mas não seria eu a juíza), nem as melhores melodias, cantores, arranjos etc. (não ouço funk, não sei se tem coisa boa). Mas tem gente que gosta de ralação de bunda e pornografia exposta. Porque não? Isso gera dinheiro pras indústrias de prostituição, depreciação das mulheres, afirmação do machismo. Mas não estamos falando da livre expressão? Pois é, seria necessário proibir a circulação de letras como essa (foi a 'menos' pornográfica que eu encontrei do Mc Catra):

"Atenção rapaziada essa é nova moda
Veio da Europa
Eu vou te falar que é a dança da espanhola
Atenção 
Vem com peito
Vem gatinha vem
Atenção 
Aquela que não tiver peito por favor não se desiluda
Umas vem com peito e outras vem com a bunda
Vem com peito vem com bunda"





Merece apanhar? Que isso José?















Bela cultura temos aqui no Brasil né? O pior não é isso, o pior é que não existe lei nenhuma de depreciação moral que defenda as mulheres (as pessoas em geral que são atingidas por isso). É triste. É real.
Agora, não venha você achando que estou sendo protecionista. Gosto de rock? Sim eu gosto, mas não concordo com muitas 'ideologias' dos grupos que se dizem rockeiros, metaleiros, punk e assim vai. Muito pelo contrário. Muitas letras são de pura revolta, puro ódio, incitando os ouvintes à violência o tempo todo e ao consumo de drogas. Já ouviu aquela famosa frase "Meus ídolos vão morrendo de overdose", ou algo do tipo. Pois então. Não acha que a influência de Kurt Cobain e sua postura revoltada, sem pretensões não leva os jovens à loucura? Tenho visto todos os dias imagens reblogadas do Tumblr de pessoas se mutilando, influencias por alguma razão, além de textos suicidas onde o romance fica 'eternizado' na morte. Levando a garotinhas inocentes de 13, 14, 15, 16......anos a crerem que é lindo e poético morrerem por amor. Quanta balela! Assim até eu. E não para por aí, a revolução que o rock causa não é só nas ruas, é em casa também, no comportamento diário, rock em excesso faz mal à saúde de todo mundo. 

Tumblr, por quê tão depressivo?


Dá uma olhada nisso...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...