quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Mais um sonho...

Tive um sonho. Não foi no estilo "I have a dream" de certos presidentes. Mas foi o meu sonho. Agora, o preferido. Fiz tanto esforço para lembrar dos detalhes, dos momentos... e acho que o mais importante está aqui:
Eu estava ali, quieta, parada. Não era lugar nenhum, não era nenhum lugar em particular. Era só eu ali. E de repente você se senta ao meu lado e me dá a mão. A mão do anel. E eu brinco com o seu anel e você observa. Não dissemos nada. Não sentimos necessidade de dizer nada, nossas necessidades eram outras. Era de dizer a verdade, quando ainda não podíamos nos expressar. Era de dar carinho, quando estávamos tão tristes e precisadas. Era de, realmente, dar as mãos.
Depois dali estávamos no nosso cenário, debaixo de estrelas que riam de nossas caras abobadas. Mas riam de alegria junto com a gente. E a gente ria. E chorava. E sentia. E dormia. Acordava e percebia, que ainda estávamos ali. Na mesma união que sempre estivemos. E estávamos junto mesmo.
Os corações entendiam que mesmo longe, estavam juntos. Que mesmo sem se enxergarem na multidão, ouviriam o clamor um do outro. Foi meu sonho preferido. É um sonho pra se encorajar. Sonha também. Comigo.