sábado, 6 de abril de 2013

Boa noite

Tem uma menina brincando
outra dormindo
Tem uma vaso de gerânio 
e outro de jasmim
Tem essas horas que passam, 
lentas, devagar, sonolentas
Tem hora que nem é pra passar.
Tem criança que já ta na cama
tem criança esperando pra apanhar
vai levar lambada na bunda
pra na hora ir se deitar.
Como a lembrança é boa
do tempo em que a patroa
era só a dona do lar,
que lindo era viver naquilo,
lento, devagar, sonolento
Tudo tão simples, tão pequeno
No tempo que não volta mais.
Lembrança vai, lembrança vem
acabei de me lembrar,
tenho que dormir também...

E hora vai,
hora vem
a Dona Gertrudes
tem que dormir também!