segunda-feira, 1 de abril de 2013

Harmonia

MAIS UM TRABALHO DAHORA GALEREEEEEEE.... Esse eu realmente fiquei feliz em fazer, pois acho que finalmente estou captando os conceitos passados, debatidos, estudados em aula. Não é que eu seja um pessoa lenta, eu sei que não são temas tão difíceis assim de trabalhar, mas eu realmente tenho ânsia de entender cada detalhe possível, e aprender ao máximo os temas. Dessa vez trabalhamos em cima da harmonia, esse na minha opinião foi um dos mais difíceis, porque, pensem comigo: como você conceituaria harmonia? O que vem na sua cabeça quando pensa nesse tema?
Não é tão simples assim colocar isso em palavras (muito menos em imagens), pois há N variantes que podem ajudar a definir o que é a harmonia. Veja só o texto que eu construí para trabalhar melhor:
"O conceito da harmonia é um conjunto de fatores que se unem, transformando algo equivalente nos sentidos de beleza, proporção e ordem.
A beleza é fundamental para que a harmonia esteja completa, pois os olhos humanos se adaptam melhor ao que é belo e confortável, pois geralmente o que não é belo gera alguma sensação ruim ou incômoda para o homem. Sendo especificamente cognitiva, uma espécie de formação, a beleza é algo subjetivo e conceitual, podendo variar de pessoa para pessoa a ideia de beleza.
A proporção está diretamente ligada à quantidade de elementos que formarão o objeto, situação, música, natureza, etc. Independente de qual for o ambiente a que estamos nos referindo. Nesse sentido, a proporção é tamanho, é volume, número, divisão, relação entre grandezas.
A ordem seria então o “lugar correto”, ou a organização dos elementos que passe uma mensagem de uniformidade, conforto, arrumação, classe, categoria, posição, etc. A disposição dos elementos é um dos fatores mais decisivos para a harmonia, pois é ligada diretamente à ideia de conforto, acomodação visual, a ordem é ligada à beleza e à proporção.
Todos esses elementos que formam a harmonia são cruciais, para termos uma ideia completa de harmonia, temos presente em vários campos da nossa própria vida cotidiana, seja ela na interação do ser humano com o seu meio (o meio de trabalho, familiar, social, amoroso), ou mesmo como meio ambiente, com o espiritual, com o universo. Na música, a harmonia é fundamental para que não haja uma sobrecarga de ruídos, quando o som possui sintonia, ritmo, é porque a harmonia está presente. No universo, a harmonia é presente, regendo todas as coisas, os planetas, o curso natural de toda a existência e nesse sentido o conhecimento humano é limitado, é sabido que o universo é infinito e a harmonia que interage com tudo isso é completamente conceitual e impossível classificar como algo concreto. No sentido visual, a harmonia é importante pra não haja uma sobrecarga de informações, dados os sentidos humanos (olfato, paladar, tato, visão e audição) todos reagem aos impulsos ou reflexos da harmonia, que apenas pode ser percebida, e não entendida em todos os sentidos possíveis. Na própria natureza, onde há classes de animais e de plantas que dependem umas das outras para a própria sobrevivência há uma harmonia, pra que tudo aquilo continue existindo e evoluindo sem faltar ou exagerar em alguma parte, talvez seja esse o melhor exemplo harmônico que podemos dar. A natureza carrega em si essa essência natural e divina, sem precisar de estudos prévios ou conhecimentos, pois a harmonia é a encarregada de fazer tudo funcionar com plena ordem e segurança. Conhecer todas as variáveis possíveis da harmonia é uma missão quase impossível, pois em tudo o que existe ela está e coordena, liga, direciona, ou mantém. Ela pode ser estudada e entendida, mas é muito difícil conceitua-la sem esquecer nenhum detalhe."
Na aula, como de costume, trabalhamos os temas e depois fomos instruídos a compor algo sobre a nossa discussão, dessa vez deu nisso:



Eu sei que pra você isso possa parecer bobagem, ou até algo relevante. Mas pra mim simboliza muito. Eu finalmente aprendi a começar usar formas abertas, curvilíneas, e transparecer todos os temas que já trabalhamos (liberdade, ritmo, agora harmonia). Dessa vez quem me auxiliou foi a professora Marianna, e ela me ajudou na produção da minha composição. Eu comecei errado (com uma base), então eu tirei toda ela, e o restante do meu trabalho está aí. Cada dia mais à fundo.